Artes Indígenas no Brasil

DETALHES DO PRODUTO

Material: Cerâmica
Tamanho aproximado: 11 x 5,5 x 11 cm

SOBRE O PRODUTO

A cerâmica indígena é produzida principalmente pelas mulheres. Cada peça representa e expressa em sua forma e estética a ancestralidade de cada povo. A feitura da cerâmica exige todo um ritual, que começa com a coleta das matérias primas como a argila ou barro, madeira e cascas de árvores, pigmentos minerais e vegetais entre muitos outros elementos da natureza.

POVO WAURÁ

Os Waurá são um dos povos habitantes do Parque Indígina do Xingu. São conhecidos pela singularidade de suas cerâmicas, seus grafismos e sua arte plumária. Os Waurá habitam as proximidades da lagoa Piyulaga, que pode ser traduzida por "lugar" ou "acampamento de pesca", e que também dá o nome à aldeia. A lagoa está ligada por um canal à margem direita do baixo rio Batovi, na região ocidental da bacia dos formadores do rio Xingu, estado do Mato Grosso.

FICHA TÉCNICA

Localização: Mato Grosso
População aproximada: 540 (Siasi/Sesai, 2014)
Família Linguística: Aruak

TIGELA DE CERÂMICA - WAURÁ

R$125,00
TIGELA DE CERÂMICA - WAURÁ R$125,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • RETIRADA NA LOJA De segunda a sexta-feira, entre 10h e 16h. Endereço: Rua Tenente Francisco Antônio, 364 (Rua do Comércio), Centro Histórico, Paraty/RJ. Mais informações, 24 99326-1951.

    Grátis

DETALHES DO PRODUTO

Material: Cerâmica
Tamanho aproximado: 11 x 5,5 x 11 cm

SOBRE O PRODUTO

A cerâmica indígena é produzida principalmente pelas mulheres. Cada peça representa e expressa em sua forma e estética a ancestralidade de cada povo. A feitura da cerâmica exige todo um ritual, que começa com a coleta das matérias primas como a argila ou barro, madeira e cascas de árvores, pigmentos minerais e vegetais entre muitos outros elementos da natureza.

POVO WAURÁ

Os Waurá são um dos povos habitantes do Parque Indígina do Xingu. São conhecidos pela singularidade de suas cerâmicas, seus grafismos e sua arte plumária. Os Waurá habitam as proximidades da lagoa Piyulaga, que pode ser traduzida por "lugar" ou "acampamento de pesca", e que também dá o nome à aldeia. A lagoa está ligada por um canal à margem direita do baixo rio Batovi, na região ocidental da bacia dos formadores do rio Xingu, estado do Mato Grosso.

FICHA TÉCNICA

Localização: Mato Grosso
População aproximada: 540 (Siasi/Sesai, 2014)
Família Linguística: Aruak